ज्योतिष – JYOTIṢA – 7

Sūrya (Sol)

Sūrya (Sol) é vital para a nossa existência. Sem a sua energia, o seu calor, não seria possível vivermos esta realidade física. Sendo o centro do nosso sistema solar, é a força e a energia da vida (prana). É o rei de todos os grahas, pois é ele quem sustenta todo o sistema, a vida. Como deidade, é adorado por muitos, pois é considerado o Ātman, a alma. Sūrya rege a vida e a consciência e é a luz que permite que todo o universo de manifeste. Sūrya representa a nossa força e propósito de vida. Representa igualmente a nossa personalidade, brilho, carisma e vitalidade.


Embora de natureza sattvica, pura, ele é considerado um graha maléfico pois pelo seu excesso de calor e secura pode ser causa de dificuldades, principalmente se existir algum graha muito próximo dele. Nesse caso, dá-se um fenómeno chamado de “combustão”, quando grahas estão conjuntos a sūrya e as suas energias ficam “queimadas” com esta proximidade.


Nos textos clássicos ele é descrito “com olhos cor de mel, um corpo quadrado, inteligente, masculino, pitta e com hábitos puros”.
Viaja pelo céu numa carruagem de ouro puxada por sete cavalos e conduzida por Aruṇa, de cor vermelha, a personificação do alvorecer.
Outros nomes de Sūrya são Āditya, Bhāskara, Divākara, Ravi, Ina, Aruṇa, Savitṛ, Bhānu, Prabhākara, Mitra, Arka. Está profundamente ligado a Śiva, a Agni e a Rāma.

Caraterísticas de Sūrya


É do género masculino e diurno, de natureza pitta (ligado ao elemento fogo – agni), associado à cor vermelha, rege a direção leste e o domingo. De natureza sattvica, mas medianamente cruel, ele é regente do signo Leão (rāśi Siṃha) e pertence à varṇa dos kṣatryas.
Os signos (rāśis) nos quais está mais forte é em Carneiro/ Áries (Meṣa) e Leão (Siṃha). O seu signo ou rāśi de debilitação é balança/libra (Tula).
As melhores posições por casa (bhāvas) num mapa para Sūrya são o bhāva 10 (onde detém máxima força) e os bhāvas 3, 6 e 11.
Os grahas amigos de Sūrya são Chandra (Lua), Maṅgala (Marte) e Guru (Júpiter). Śukra (Vénus) e Śani (Saturno) são inimigos e Budha (Mercúrio) é neutro.

Alguns dos seus principais significados são: personalidade, vitalidade, saúde, carisma, liderança, consciência, propósito de vida, singularidade, confiança, fama, vitória, luz, fogo, brilho, status, nobreza, generosidade, pai, homens em geral, líderes, administração, governo, autoridade.
Quando bem-disposto num mapa (bem configurado e bem posicionado por signo e casa), pode manifestar qualidades como confiança, generosidade, carisma, liderança, lealdade, resistência, força de vontade, coragem, vitalidade, clareza, integridade e criatividade.


Por outro lado, quando mal posicionado/configurado num mapa, pode revelar, entre outras, caraterísticas como arrogância, vaidade, egoísmo, excesso de ambição, crueldade, autoritarismo, controlo, manipulação, falta de confiança.
Relativamente ao corpo, podemos associá-lo com a saúde e a vitalidade em geral, com o peito, coração, estômago, cabeça, ossos e visão. Em matéria de doenças relaciona-se principalmente com baixa vitalidade e fraca resistência física, com problemas de visão, estômago, problemas cardíacos, febres, queimaduras, dores de cabeça, perturbações da circulação, doenças cutâneas e questões ósseas.

Hari Om
Maria João Coelho
Foto: https://segredosdomundo.r7.com/surya-deus/

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.