Escrita e(m) partilha

O tema desta semana que serviu de inspiração aos alunos é o seguinte texto retirado do livro Tattvabodha do Professor Paulo Vieira.


Em definição

Por instantes na existência,
um momento de reflexão…
Há uma universalidade
na procura do futuro mas e se…
… em vez de divagações projecionais,
captássemos o presente?
No privilégio das vivências,
saboreando a serenidade do o alcançável agora…
A definição do presente
acompanha a nossa presença consciente no aqui!

Aluna: Carla Santos

O TODO DA LUA

Foi observando a lua cheia
que eu pude constatar
o momento presente onde contido tudo está.

Então eu senti uma forte conexão,
libertando assim uma estagnada emoção,

Emoção essa que eu pude compreender, pois na correria que me encontrava,
eu não estava conseguindo perceber!

Eu soltei e deixar ir,
Sentindo uma leveza e os benefícios em mim.

E assim eu pude experienciar
o amor incondicional,
que no estado de presença é revigorador!
Tic Tac meu amor.

Oportuno para a prática do auto perdão, do amor próprio,
Acolhimento, pranto, reencontro e comoção.

No todo da lua, onde ĪŚVARA também está !
Somos estrelas distantes,
A Ele rodear.
E numa dança cósmica estamos a nos entrelaçar,
Sendo que minhas faíscas eu estou a lhe ofertar.

O Todo da lua
queremos todos alcançar,
parece tão alto,
mas aqui percebendo que se encontra onde a presença está a reinar.

Aluna: Aildes Andersen

O presente universal

Num perfeito presente
Olhamos atentamente para as estrelas e desfrutamos do seu brilhar

Sem questionar
Para onde elas nos levam
Deixamos-nos guiar

Porque o presente foi-nos presenteado pelo universo
E a contemplação
Deveria ser motivação
Suficiente
Como gratidão pela existência
Pela vivência
Numa clara percepção
Que somos também uma
Daquelas estrelinhas
Na sua forma humana
Desempenhando o seu papel único
E original
Escolhidos
Para atuar
Para harmonizar
Seguindo este guião
Sem enveredar nas teias deste enredo
Do grande teatro chamado universo!

Aluna: Susana Santos

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.