ज्योतिष – JYOTIṢA

Nos textos clássicos, Maṅgala é descrito da seguinte forma:” Maṅgala é cruel, tem olhos vermelhos como o sangue, é inquieto, liberal, de constituição pitta, dotado de uma cintura fina e de um corpo magro”.

Filho da Terra, de natureza maléfica, Maṅgala é a deidade que preside a guerra e a disputa. Relaciona-se com a ambição e o desejo. É ele quem comanda os sentidos e o instinto animal do homem. Diferente do fogo de Sūrya, o fogo de Maṅgala destrói. Num mapa, Maṅgala “queima” e danifica os grahas a ele relacionados, devido à sua energia da juventude, mais impulsiva, apaixonada e violenta.

Outros nomes para Maṅgala são: Angāraka, Raktavarna, Kuja, Bhauma, Lohitānga, Kartika.

Associa-se Maṅgala a deidades como Skanda ou Rudra (em signos masculinos), Narasiṁha (quando exaltado) ou Bhadrakālī e Cāmuṇḍā (em signos femininos).

Caraterísticas de Maṅgala

É do género masculino e de natureza krūra (cruel), ligado ao elemento fogo (pitta), associado à cor vermelho-sangue, rege a direção sul e a terça feira. Pertence àvarṇa dos kṣatriyas (guerreiros – classe militar).

É regente do signo áries/carneiro (rāśi meṣa) e do signo de escorpião (rāśi vṛścika).  Exalta-se no signo de capricórnio (rāśi makara) e tem a sua debilitação no signo de câncer/caranguejo (rāśi karka).

 As melhores posições por casa (bhāvas) num mapa para Maṅgala são o bhāva 10 (onde detém máxima força) e os bhāvas 3, 6 e 11.

Os grahas amigos de Maṅgala (Marte) são Sūrya (Sol), Chandra (Lua) e Guru (Júpiter). Śani (Saturno) e Śukra (Vénus) são neutros e Buddha (Mercúrio) é inimigo.

Maṅgala, no bhāva 3 é significador de irmãos, armas e coragem, no bhāva 4 de terras e propriedades e no bhāva 6 é significador de inimigos, acidentes e cirurgias.

O bhāva no nosso mapa onde está posicionado Maṅgala, é o local/área da nossa vida onde colocamos a nossa energia, força, a nossa resiliência e coragem.

Alguns dos seus principais significados são: força, coragem, poder, energia, paixão, atividade física, irmãos, homens jovens, amantes, esposo, armas, fogo, guerreiros, competições, acidentes, propriedades, lógica, objetividade, liderança, rapidez, sexo, inimigos, litígios, conflitos, coisas quentes, objetos afiados e que cortam, máquinas, crimes, ladrões, luxúria.

Quando bem-disposto num mapa (bem configurado e bem posicionado por signo e casa), pode manifestar qualidades como coragem, força de vontade, energia, determinação, ambição, foco, dinamismo, lógica, independência, força, destreza, concentração, ousadia, cooperação, entre outros.

Por outro lado, quando mal posicionado/configurado num mapa (mal configurado e mal posicionado por signo e casa), pode revelar, entre outras, caraterísticas como fúria, impulsividade, acidentes, traição, egoísmo, intensidade, hostilidade, impaciência, inflexibilidade, vícios, inveja, violência, imoralidade, mentira, insensibilidade, secura, má conduta.

Relativamente ao corpo, podemos associar Maṅgala ao sangue, vesícula, medula óssea, músculos, órgãos reprodutores, bexiga, sentido do olfato e paladar e cabeça.

Está associado às doenças ligadas ao calor, como as febres, às erupções cutâneas, doenças do fígado, úlceras e a todo o tipo de queimaduras, cortes e cirurgias.

Hari Om


Maria João Coelho

Foto: https://www.pillaicenter.com

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.